terça-feira, 26 de setembro de 2017

Preço do botijão de gás terá reajuste de 6,9% a partir de terça-feira

 Imprimir
O Grupo Executivo de Mercado e Preços (Gemp) da Petrobras decidiu reajustar em 6,9%, em média, os preços no mercado do gás liquefeito de petróleo (GLP) para uso residencial vendido em botijões de até 13 kg (GLP P-13). A alta entra em vigor a zero hora desta terça-feira (26) e se restringe a este produto.
Segundo a companhia, o ajuste anunciado foi aplicado sobre os preços praticados sem incidência de tributos. Pela estimativa da Petrobras, se a elevação for repassada integralmente aos preços ao consumidor, o preço do botijão de GLP P-13 pode ter alta, em média, de 2,6% ou cerca de R$ 1,55 por botijão.
A empresa destacou que o cálculo se confirmará se forem mantidas as margens de distribuição e de revenda e as alíquotas de tributos.
De acordo com a Petrobras, para definir a correção, o Gemp considerou que o mercado de GLP ao longo do mês de agosto permaneceu pressionado por baixos estoques e que a proximidade do inverno no hemisfério Norte aumenta a demanda pelo produto, por isso, o ajuste era necessário.
Conforme a estatal, o reajuste segue a variação de preços do mercado internacional registrada em agosto conforme política já anunciada pela companhia.
Fonte: Agência Brasil

Estátua de Chico Anysio é alvo de vândalos e teve até a mão arrancada



O que deveria ser um ponto turístico acabou se tornando um local de vandalismo



Por TV Jangadeiro em Vem que tem
25 de setembro de 2017 às 14:32Há 17 horas





Chico morreu em 23 de março de 2012 (FOTO: Reprodução TV Jangadeiro)

Chico Anysio foi um dos maiores artistas que o Ceará já revelou para o Brasil. Após sua morte, em 23 de março de 2012, muitas homenagens foram feitas para o cearense nascido na cidade de Maranguape, Região Metropolitana de Fortaleza.

Uma delas é a estátua construída em uma praça de sua cidade natal. O que deveria ser um ponto turístico acabou se tornando um local de vandalismo.

Hoje, a estátua de Chico encontra-se em péssimo estado. Sem cor, com furos e até mesmo sem uma das mãos do artista, a obra não lembra nem de longe os tantos momentos de alegria que ator proporcionou para tantos brasileiros.

Moradores afirmam que o movimento do local diminuiu bastante e que, no passado, muitas pessoas passavam pelo local para tirar fotos.

Confira mais detalhes na matéria do programa Vem que Tem, da TV Jangadeiro:

PRF apreende mala com R$ 700 mil em bagageiro de ônibus na Bahia



A Polícia Federal (PF) investiga o homem que levava R$ 700 mil em uma mala, durante viagem de ônibus pela BR 116, na Bahia. Na tarde de domingo (24), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) encontrou uma mala de dinheiro no bagageiro de um ônibus que seguia de São Paulo com destino a Natal. A abordagem ocorreu na BR 116, no quilômetro 830, em Vitória da Conquista, sudoeste da Bahia.

Um dos passageiros foi identificado como dono da bagagem e informou que havia R$ 350 mil na mala. No entanto, a PRF contabilizou o dobro do valor relatado pelo passageiro. Dentro da mala havia R$ 700 mil e o valor foi apreendido. O responsável pela bagagem foi encaminhado para prestar esclarecimentos.


Divulgação/PRF

Durante a abordagem, o passageiro disse ser taxista e o dinheiro era produto da venda do ponto de táxi na capital paulista. Segundo a PRF, ele não fez nenhuma declaração, depois de ser confrontado a respeito do valor que havia na mala, sobre o qual havia mentido.

De acordo com a PF, o homem, cuja identidade não foi revelada, prestou depoimento na superintendência, em Vitória da Conquista, e foi indiciado por sonegação, mas liberado após esclarecimentos. No entanto, o dinheiro continua apreendido e o responsável investigado.

Fonte: Agência Brasil

Filme da Lava Jato é 3º nacional a superar 1 milhão de espectadores em 2017



Em sua terceira semana em cartaz, “Polícia Federal – A Lei É para Todos” se tornou o terceiro filme nacional a superar a marca de 1 milhão de espectadores em 2017. Com os resultados de quinta a domingo, o longa sobre a Operação Lava Jato somou 1.066.433 ingressos vendidos, atrás de “Minha Mãe É uma Peça 2” (5.211.897 de ingressos) e “Detetives do Prédio Azul” (1.187.937 de ingressos). No ranking da semana, o filme também ficou em terceiro lugar, com arrecadação de R$ 2,1 milhões. As informações são da consultoria ComScore.

O primeiro lugar do fim de semana ficou com o terror “It: A Coisa”, pela terceira semana consecutiva. O filme baseado no livro de Stephen King levou 450 mil pessoas ao cinema de quinta (21) a domingo e arrecadou R$ 7 milhões.

Em um fim de semana mediano para as estreias, a comédia nacional “Divórcio”, com Murilo Benício e Camila Morgado, ficou com o segundo lugar do ranking, com público de 153,7 mil pessoas e renda de R$ 2,3 milhão. O polêmico “Mãe!”, estrelado por Jennifer Lawrence, que vem dividindo a opinião da crítica, ficou em quarto lugar, com 118,7 mil ingressos e renda de R$ 2 milhões, seguido da aventura “Feito na América”, estrelado por Tom Cruise (104, 3 mil ingressos e R$ 1,9 milhão).


Reprodução

No Brasil, 45% da população não têm acesso a serviço adequado de esgoto




O Plano Nacional de Saneamento Básico (Plansab) considera como atendimento adequado de esgoto sanitário o uso de fossa séptica ou rede de coleta e tratamento de esgoto. Dentro desse critério, 55% dos brasileiros dispõem do serviço adequado.


Ilustração

A publicação aponta que 43% são atendidos por sistema coletivo (rede coletora e estação de tratamento de esgotos); 12%, por fossa séptica (solução individual); 18% têm o esgoto coletado, mas não é tratado; e 27% não têm qualquer atendimento.

Foram realizadas avaliações em cada um dos 5.570 municípios do país, sempre considerando as diversidades regionais e a abordagem por bacia hidrográfica. No estudo, são consideradas exclusivamente as residências urbanas e não foi avaliada a prestação do serviço na área rural.

O documento divide o país em 12 regiões hidrográficas: Amazônica, Tocantins-Araguaia, Atlântico Nordeste Ocidental, Parnaíba, Atlântico Nordeste Oriental, São Francisco, Atlântico Leste, Atlântico Sudeste, Atlântico Sul, Uruguai, Paraná e Paraguai.

Investimentos
De acordo com o Atlas Esgotos, a universalização do esgotamento sanitário na área urbana do país necessitaria de R$ 150 bilhões em investimento, tendo como horizonte o ano de 2035. Cerca de 50% dos municípios, que precisam de serviço de tratamento convencional de esgoto, demandam 28% do valor estimado. Já 70 dos 100 municípios mais populosos requerem solução complementar ou conjunta e concentram 25% do total de investimento.

Os custos com coleta e com tratamento variam conforme a região, sendo maiores no Norte e menores no Sudeste. Para o Brasil como um todo, os gastos com coleta representam 2,7 vezes mais do que os previstos em tratamento.

Insuficiente
Entretanto, segundo a ANA e o ministério, apenas o aporte financeiro não é suficiente para a universalização, sem capacidade adequada de administração do serviço. No país, existem vários exemplos de sistemas de coleta e tratamento de esgoto que foram abandonados ou sequer entraram em operação devido a problemas associados a gestão.

Na maioria dos municípios (4.288) o serviço é prestado pela própria prefeitura ou há um prestador que precisa aprimorar a capacidade de gestão. Entretanto, parte significativa da população urbana (87 milhões de habitantes), projetada para 2035, está nos municípios cujo prestador de serviço tem situação institucional consolidada.

Indireta
Segundo o Atlas Esgotos, os serviços de esgotamento sanitário podem ser prestados de forma indireta, quando delegados para autarquia municipal, companhia estadual ou concessionária privada; ou de forma direta, sem prestador de serviço, sendo realizado pelas próprias prefeituras.

O estudo ressalta que, mesmo com as duas possibilidade de organização, há municípios sem coleta e tratamento de esgoto. Nesse contexto, 2.981 municípios têm delegado os serviços de saneamento (forma indireta), sendo que cerca de 50% deles têm coleta e tratamento de esgotos, alcançando pelo menos 10% dos habitantes. Por outro lado, 2.589 municípios não têm prestador de serviço, e apenas 5% desse grupo oferecem tratamento coletivo de esgoto.

Estados e prefeituras
A forma indireta de gestão é adotada pelas cidades maiores que delegam, na maior parte das vezes, o serviço para companhias estaduais. Nos municípios de pequeno porte, o serviço fica a cargo das prefeituras. Ao observar as regiões, na porção leste do país (Nordeste, Sudeste e Sul), é possível identificar que a maioria dos municípios tem serviço de esgotamento sanitário delegado, enquanto mais a oeste (Norte e Centro-Oeste) predominam aqueles cuja responsabilidade pela prestação do serviço recai sobre as prefeituras.

Carga orgânica
Conforme o estudo, o Brasil produz cerca de 9,1 mil toneladas de Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO) por dia, parcela orgânica dos efluentes vindos do esgoto doméstico. Desse total, 48% são provenientes de 106 municípios com população acima de 250 mil habitantes.

A DBO é um dos mecanismos usados para medir a poluição das águas e a qualidade do tratamento de esgoto. Quanto mais DBO, maior o grau de poluição na água. De acordo com o atlas, durante o tratamento, 60% de DBO precisam ser removidos. Entretanto, na maioria das cidades brasileiras (4.801) os níveis de remoção da carga orgânica são inferiores a 60% da quantidade gerada.

Baixos
Os baixos níveis de remoção são encontrados em todas as regiões, em especial no Norte e no Nordeste. Dos 5.570 municípios, 70% removem no máximo 30% da carga orgânica gerada. No outro extremo, apenas 769 cidades (14%) têm índices de remoção de DBO superiores a 60%, concentradas principalmente na Região Sudeste.

Acima de 50%
Apenas 31 dos 100 municípios mais populosos conseguem remover carga orgânica acima de 60%. Em relação à unidades da Federação, apenas o Distrito Federal remove mais de 60%. Os estados de São Paulo e Paraná chegam perto desse índice, enquanto que nos demais estados os índices são menores.

Na água
No país, de toda a carga orgânica gerada (9,1 mil toneladas de DBO/dia), somente 39% são removidos nas estações de tratamento de esgoto. Com isso, uma parcela significativa de poluentes é lançada diretamente nos corpos d’água das bacias, “comprometendo a qualidade das águas para diversos usos, com implicações danosas à saúde pública e ao equilíbrio do meio ambiente”, de acordo com a publicação. Pelo menos, cerca de 110 mil quilômetros de cursos d’água, notadamente na porção leste do país, têm baixa qualidade de água. O atlas está disponível na página da ANA.

Fonte: Política com K

Horário de verão está mantido neste ano, diz governo



O governo chegou a cogitar o fim do horário de verão, mas optou por manter pelo menos até este ano



O Ministério de Minas e Energia confirmou nesta segunda-feira (25) que haverá horário de verão neste ano.

Pela regra atual, o horário de verão entra em vigor no terceiro domingo de outubro e termina no terceiro domingo de fevereiro. A mudança vale para Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

O governo chegou a cogitar o fim do horário de verão, mas optou por manter pelo menos até este ano.

Uma pesquisa pode ser feita para avaliar a implementação do horário de verão em outros anos. A definição caberá ao Palácio do Planalto, segundo o ministério.

Na noite de domingo (24), em reunião no Palácio do Jaburu, o presidente havia afirmado que pretendia manter o horário de verão, mas que aguardava posicionamento da pasta, o que se confirmou nesta segunda.

No encontro, a equipe presidencial considerou que o horário de verão já se tornou um hábito dos brasileiros e que a mudança pode criar um desgaste desnecessário ao presidente.

A discussão da mudança ocorre no momento em que o peemedebista tenta barrar nova denúncia contra ele, desta vez por obstrução judicial e organização criminosa.

Desde 2008, um decreto presidencial estabelece as datas para o início e términodo programa de economia de energia.


Reprodução

A última edição foi de 16 de outubro de 2016 a 19 de fevereiro de 2017. No período, a economia foi de R$ 159,5 milhões, decorrentes da redução do uso de usinas termelétricas para complementar a geração de energia.

O valor ficou abaixo do verificado na edição anterior (2015/2016), quando foram poupados R$ 162 milhões.

A economia reflete o maior uso de iluminação natural neste período, quando os relógios são adiantados em uma hora nos Estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste do país.

A alteração não vigora nos Estados do Norte e Nordeste.

O horário de verão vem perdendo importância. Nos últimos anos, o horário de pico no consumo de energia se deslocou do início da noite para o início da tarde, principalmente no verão, quando um maior número de aparelhos de ar condicionado está em operação.

O programa foi instituído pela primeira vez no Brasil no verão de 1931/1932 e vem sendo adotado continuadamente desde 1985.

Fonte: Agência Brasil

Triplo homicídio é registrado em Juazeiro do Norte


023:45 · 25.09.2017 / atualizado às 06:38 · 26.09.2017 por Antonio Rodrigues
No interior da casa, dois homens foram assassinados. Já no lado de fora, um adolescente também foi morto. (Foto: VC Repórter)

Juazeiro do Norte. Na noite desta segunda-feira (25), por volta das 20h, um triplo homicídio aconteceu no bairro Frei Damião, em Juazeiro do Norte. As vítimas são três homens, que ainda não tiveram suas identidades reveladas. Mas, informações preliminares da Polícia Militar dão conta de um deles era adolescente.

Segundo testemunhas, as vítimas estavam reunidas na sala de uma casa na Rua Vicente Barbosa, quando foram surpreendidas com os disparos. Duas pessoas chegaram de motocicleta, o passageiro desceu, entrou na residência e efetuou os tiros. Um deles chegou a fugir a pé, mas foi perseguido e alvejado.

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi chamada, mas já encontrou os três homens sem vida. Segundo a Polícia Militar, os criminosos usaram uma pistola de calibre 380. As família das vítimas, no fim da noite, foram até a Delegacia Regional de Juazeiro do Norte (20ª Região) registrar o boletim de ocorrência.



Dia do Surdo: série de atividades são realizadas em Juazeiro do Norte


006:55 · 25.09.2017 / atualizado às 09:20 · 25.09.2017 por Antonio RodriguesNa última sexta-feira, a UFCA debateu a ampliação de espaços para a comunidade surda em Juazeiro. (Foto: Helio Filho)

Juazeiro do Norte. Entre os dias 26 e 29 de setembro, acontecerá a IX Semana Comemorativa ao Dia do Surdo, promovida pela comunidade surda de Juazeiro do Morte e apoio da Prefeitura Municipal. O evento contará com palestras, oficinas e mesas redondas que irão abordar os avanços e os desafios enfrentados pelas pessoas surdas. Abrindo a semana, nesta terça-feira, às 07h30, acontecerá XI Passeata dos Surdos, com concentração no Colégio da Polícia Militar do Ceará.

As atividades que marcam o dia do surdo (26 de setembro) já deram início na semana passada. A Central de Interpretação de Libras (CIL) desenvolveu palestras e capacitações nos diversos órgãos de serviços públicos em Juazeiro do Norte. Já na última sexta-feira (22), promoveu mais um encontro para a comunidade surda na Universidade Federal do Cariri (UFCA), campus Juazeiro, em parceria com a coordenadoria de acessibilidade da instituição. O objetivo das atividades é reduzir as barreiras de comunicação, enfrentadas cotidianamente por pessoas surdas.

As palestras acontecem com o intuito de expressar a urgência de uma reestruturação na comunicação, principalmente dos setores públicos. “Sabemos que a burocracia dentro de um órgão público é enorme e muitas vezes muito complicado, imagine para as pessoas que utilizam a Língua Brasileira de Sinais para se comunicar. A sociedade como um todo já deveria estar preparada para interagir com a pessoa surda”, disse a diretora da Central de Libras de Juazeiro do Norte, Cleide Barbosa

LicenciaturaAno passado, foi aprovado a implantação do curso de licenciatura em Letras/Libras na UFCA. O curso será o primeiro do interior do Ceará. Segundo a Coordenadoria de Acessibilidade da UFCA, a implantação tem o propósito de atender às demandas impostas pela inclusão dos surdos na Educação e a inclusão da Língua Brasileira de Sinais, como disciplina no currículo educacional, formando professores para o ensino de Libras nos níveis fundamental, médio e superior.

Acidentes deixam 8 mortos na estradas cearenses, dois casos nesta manhã de segunda



Somente hoje foram dois sinistros, um deles na BR-116 deixou dois mortos em Cascavel. O segundo, no Distrito de Ubaúna, na BR-222, em Sobral, causou a morte do ocupante de uma motocicleta




Na manhã de hoje, uma colisão frontal deixou dois mortos na BR-116, em Cristais, Cascavel
Fernando Ribeiro25/09/2017 query_builder 10:58




Oito pessoas morreram em conseqüência de acidentes registrados nas estradas que cortam o estado do Ceará, no período entre a sexta-feira passada (22) e a manhã desta segunda-feira (25). Somente na manhã de hoje, três óbitos foram registrados em desastres nas BRs 116 e 222.

Um dos desastres aconteceu por volta de 8 horas desta segunda-feira no quilômetro 93 da BR-116 (Rodovia Federal Santos Dumont), à altura do quilômetro 93, no Distrito de Cristais, município de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Informações dão conta da colisão frontal de um caminhão com um carro de passeio. Os dois ocupantes do automóvel (motorista e passageiro) tiveram morte imediata.

Os corpos ainda estão no local do desastre e o tráfego de veículos é feito em uma só pista, o que causa congestionamento no trecho. Equipes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) estão no local isolando a área do acidente e tentando controlar o tráfego que é lento neste momento.

Os corpos das duas vítimas estão presos nas ferragens do veículo e deverão ser encaminhadas para a sede da Perícia Forense de Fortaleza logo após a realização da perícia no local do desastre.

Outro

Outro grave acidente ocorreu por volta de 8h50 desta segunda no quilômetro 255 da BR-222, na altura do Distrito de Ubaúna, no Município de Sobral, na zona Norte do estado. Uma moto colidiu em alta velocidade contra um reboque. O motoqueiro, de identidade ainda não confirmada, morreu no local. No impacto da moto com o reboque, o primeiro veículo pegou fogo.

Equipes da PRF do Posto de Fiscalização de Sobral permanecem no local aguardando as equipes do rabecão e perícia de Sobral para a realização de perícia e remoção do corpo.

Fim de semana

Entre a sexta-feira e o domingo, outros seis acidentes acusaram mortes no Interior do estado, nos seguintes Municípios: Solonópole (BR-226), Pedra Branca, Limoeiro do Norte (CE-377, na altura do Sítio Pedra), Novo Oriente (na localidade de Sítio Três Irmãos), e em Trairi, onde um casal morreu num acidente de moto na tarde do domingo.

Em menos de três anos, 75 agentes da Segurança Pública foram assassinados no Ceará




O caso mais recente é do soldado Francisco Leandro Conceição, morto, a tiros, na madrugada de domingo. Câmeras de rua captaram o momento em que o carro onde o PM viajava é cercado pelos criminosos





De 1º de janeiro de 2015 até hoje, 55 policiais militares foram mortos no Ceará

Fernando Ribeiro25/09/2017 query_builder 10:07




Subiu para 26 o número de agentes da Segurança Pública mortos no Ceará em 2017. No ano passado, o número de servidores do setor assassinados chegou a 34; e em 2015, foram outros 15. No total, em dois anos e nove meses anos, 75 profissionais das corporações da Segurança acabaram sendo executados no estado.

Neste período, foram mortos: 55 PMs, 10 policiais civis (incluindo um delegado), cinco guardas municipais, dois policiais rodoviários federais, dois agentes penitenciários e um bombeiro militar.

O mais recente caso foi o assassinato do soldado PM Francisco Leandro Conceição Santana. O crime ainda é um mistério para as autoridades. Imagens captadas por câmeras de rua mostram o momento em que o carro onde o PM viajava é cercado pelos assassinos.

Isso ocorreu por volta de 0:32 da madrugada de domingo (24), na Avenida Francisco Sá, já próximo ao cruzamento com a Rua Padre Anchieta, no limite dos bairros Jacarecanga e Monte Castelo. Os tiros disparados contra o militar foram todos à queima-roupa. Os assassinos estão em, pelo menos, três motocicletas, que são usadas para cercar o automóvel a poucos metros de um posto de combustíveis.

Por cerca de um minuto e meio os assassinos cercam o carro até que um deles começa a disparar contra o PM. Há informações de que mesmo ferido, o soldado conseguiu sacar sua arma e atirar contra os criminosos. Ele é socorrido para o hospital, mas não resiste. O caso está sendo investigado pela equipe de inspetores e delegados da 11ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Agentes mortos: balanço

Neste ano, 26 agentes da Segurança Pública tombaram sem vida no Ceará, a maioria ao reagir na hora do assalto. Foram 19 policiais militares (PMs), cinco guardas municipais, um policial civil (inspetor) e um bombeiro militar.

Veja, a seguir, a lista dos agentes da Segurança assassinados no Ceará em 2017:

01 – (22.1) – FRANCISCO ARLINDO DA SILVA VIEIRA FILHO – Cabo da PM, morto por assaltantes na Rua Curitiba, no bairro Henrique Jorge, em Fortaleza.

02 – (11.2) – IVAN CÉSAR FERREIRA LOPES – 67 anos, guarda municipal de Fortaleza, aposentado, morto dentro de sua residência na Rua Pedro Boêmio, no Parque Leblon, no Município de Caucaia. Execução sumária.

03 – (3.3) – JOSÉ EUDES DE SOUSA, 51 anos, sargento reformado da PM, assassinado, a tiros, numa propriedade rural da família, na zoina rural do Município de Limoeiro do Norte.

04 – (5.3) – FRANCISCO ERONILTON DE QUEIROZ, 45 anos, policial militar, soldado PM, estava em LTS (Licença Para Tratamento de Saúde), assassinado, a tiros, em sua motocicleta, na Rua 89 do Conjunto Prefeito José Walter, em Fortaleza.

05 – (8.3) – JOSÉ GONÇALVES DA FONSECA, guarda municipal da Prefeitura de Fortaleza. Corpo encontrado com tiros no matagal na Cidade Fortal, no bairro Cidade 2000, em Fortaleza. Caso de latrocínio.

06 – (18.2) – LUÍS CARLOS RIBEIRO DE ARAÚJO, 48 anos, policial militar, cabo PM, assassinado, a tiros, dentro de sua residência, na Rua A do Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. Execução por conta de rixa com traficantes.

07 – (22.3) – FRANCISCO LUCIANO FERREIRA GADELHA, subtenente da Reserva Remunerada do Corpo de Bombeiros Militar do Ceará (CBM), morto, a tiros na calçada de sua residência, no Conjunto Jereissati, em Maracanaú, pelo traficante JANGLEDSON DE OLIVEIRA, o “NÉM”, Que tinha um relacionamento com a filha do militar e a seqüestrou por ocasião do homicídio.

08 – (01.04) – MÁRCIO FRANKLIN RODRIGUES BRAZ – Sargento da Ativa da PM, destacado no Colégio da Polícia Militar General Edgard Facó, morto durante um assalto na Avenida Doutor Silas Munguba, no bairro Serrinha, em Fortaleza, por dois criminosos. O PM estava fazendo “bico” para o Totolec.

09 – (16.04) – MENANDRO CAVALCANTE NUNES – 33 anos, soldado PM do BPRaio da cidade de Russas, assassinado, a tiros, durante um conflito dentro de um clube na zona rural de Russas, onde dois bandidos também foram mortos e outros PM (SD Alexandre) foi baleado.

10 – (19.04) – PAULO CÉSAR SILVA, 48 anos, casado, 1º sargento da Ativa da PM, destacado na 5ª Companhia do 1º BPCom (Cristo Redentor/Fortaleza), morto, a tiros, por assaltantes na Rua Maceió, no bairro Henrique Jorge, em um crime de latrocínio.

11 – (03.05) – FRANCISCO GLEDSON MATIAS, soldado da Ativa da PM, 37 anos, casado, destacado na 2ª Companhia do 7º BPM (Crateús), mas lotado no Destacamento de Ipueiras. Ele foi baleado e morto por um assaltante na porta de sua residência, na Rua Esperança, bairro Ellery, em Fortaleza (LATROCÍNIO).

12 – (05.05) EVANDRO ALVES DA SILVA, 44 anos, guarda municipal do Município de Trairi, assassinado a golpes de facção dentro de sua residência, um condomínio de casas na Rua J do Bairro Tabapuá, em Caucaia, Um menor, cunhado da vítima, assumiu a autoria do crime

13 – (06.05) – JOSÉ CARLOS VASCONCELOS, 42 anos, sargento da Reserva Remunerada da PM, assassinado, com um tiro na nuca, num assalto na Rua Guilherme Mendes, no bairro Jardim Iracema. Crime filmado, praticado por dois bandidos que fogem numa motocicleta.

14 – (23.05) – ANTÔNIO TIAGO NOGUEIRA LIMA, 33 anos, soldado da Ativa da PM, faleceu após um mês internado no IJF-Centro em decorrência de ter sido ferido, a tiros, durante uma tentativa de assalto. O caso ocorreu no dia 24 de abril em uma clínica médica particular localizada na Rua Angélica Gurgel, em Messejana. Quatro bandidos com fardas escolares, foram presos em flagrante pelo BPRaio.

15 – (28.05) – IZIDÓRIO DE PAIVA ALVES, 57 anos, sargento da Reserva Remunerada da PM, baleado e morte por bandidos que tentaram realizar um assalto na empresa de transportes urbanos VIA METRO, localizada no bairro Planalto Ayrton Senna.

16 – (14.06) – JOSÉ ROGER MARQUES DA PENHA – 45 anos, cabo da PM, destacado no Batalhão de Eventos. Assassinado, a tiros, na Rua Padre Raimundo Ribeiro, no bairro Autran Nunes. Era dependente químico.

17 – (24.06) – VALDEMIRO LOPES DA SILVA, 63 anos, sargento da Reserva Remunerada da Polícia Militar. Morto a tiros no bairro Santa Luzia, na periferia da cidade de Canindé, por dois bandidos. Na mesma ocasião morreu também um amigo do PM, Raimundo Radimac de Lima, 33 (duplo homicídio).

18 – (29.06) – DOMINGOS HERIALDO AMORIM DE OLIVEIRA, 25 anos, soldado PM, em LTS, morto a tiros dentro do seu automóvel, na Rua Virgílio Brandão, no bairro Autran Nunes, em Fortaleza. Características de execução sumária.

19 – (19.07) – ISRAEL VALE RAMOS – Guarda Municipal da cidade do Eusébio, assassinado a tiros dentro do seu automóvel, na Rua Djalma Petit, no bairro Aerolândia, após sair da Churrascaria Ponto do Baião.

20 – (04.07) – EZEQUIEL REINALDO DA SILVA BRITO – Guarda Municipal de Fortaleza, baleado ao sair de um ponto comercial na Avenida dos Expedicionários, no dia 28 de julho. Morreu uma semana depois (dia 4/agosto).

21 – (05/08) – JOSÉ ÉLIO RIBEIRO – 61 anos, policial civil da Ativa, inspetor lotado na Delegacia de Roubos e Furtos de Veículos e Cargas (DRFVC), na função de vistoriador de veículos. Vítima de assalto (latrocínio) em um lava-jato localizado na Rua Pedro Américo, no bairro Carlito Pamplona. Morreu dois dias depois de baleado, no IJF-Centro.

22 – (12/08) – HERBERT HÉLIO FERREIRA LIMA, 38 anos, 3º sargento da Ativa da PM, destacado na Companhia de Baturité, assaltado e morto a tiros por dois bandidos na Rua D, do Parque Dois Irmãos, em Fortaleza. Bandidos levaram a arma da vítima (LATROCÍNIO).

23 – (25/08) – EDEVALDO JOSÉ SANTANA FLEXA – Sargento da Polícia Militarm, destacado na Ciopaer, morto com um tiro no peito ao reagir a uma tentativa de assalto no bairro Guararapes (LATROCÍNIO).

24 – (10/09) – L UIZ LOURENÇO DA SILVA – 3º Sargento da PM, da Reserva Remunerada (RR), morto ao reagir a uma assalto e trocar tiros com bandidos no cruzamento das ruas Livino de Carvalho e Almirante Rubim, no bairro Montese, em Fortaleza. Um dos bandidos foi morto e outro preso em flagrante com a arma do crime (LATROCÍNIO).

25 – (14/09) – LUCIANO FÉLIX DA SILVA – Sargento da Ativa da PM, 55 anos, faleceu no dia 14 de setembro após 10 dias internado em decorrência de pauladas sofridas durante uma tentativa de assalto no bairro Aerolândia. Na ocasião, estava de folga. (LATROCÍNIO)

26 – (24/09) – FRANCISCO LEANDRO CONCEIÇÃO SANTANA – soldado da Ativa da Polícia Militar, destacado na 2ª Companhia do 8º BPM, foi morto a tiros, dentro de um carro, no cruzamento das avenidas Francisco Sá e Padre Anchieta, na madrugada. Crime filmado.




Assembleia Legislativa define novo membro do TCE




A Assembleia Legislativa do Ceará (AL-CE) deve iniciar nessa semana os trâmites iniciais para a ocupação da vaga aberta de conselheiro no Tribunal de Contas do Estado (TCE). Com a vacância oficial desde o final do ano passado, com o pedido de aposentadoria de Teodorico Menezes, a Corte deve encaminhar nos próximos dias informação à Casa para a substituição. O processo será iniciado um mês depois da extinção do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Em tese, o conselheiro Manoel Veras, indicado pela AL-CE para vaga no TCM, deveria ocupar o posto no TCE, já que Teodorico também ocupava a cota indicada pelo legislativo no órgão. O entendimento é de que Veras teria “disponibilidade” por não precisar passar novamente por votação entre deputados na Assembleia Legislativa.

Água para Campos Sales: Prefeito e vereadores visitam adutora PP5





Moésio explicou aos vereadores sobre o benefício da adutora para Campos Sales

Nesta segunda-feira (25), o prefeito Moésio Loiola e uma comitiva formada por sete dos 11 vereadores que compõem a Câmara Municipal de Campos Sales, estiveram visitando o PP5, adutora de poço profundo que irá dar segurança hídrica ao município até a chegada do inverno no próximo ano. O PP5 fica localizado no alto da Chapada do Araripe, no município de Araripe, no Cariri Oeste. Atualmente a vazão do poço é de cerco de 90 mil litros por minutos, cuja água deve chegar às torneiras dos campossalenses nos próximos dias.
Também nesta segunda-feira, este no local, uma equipe técnica da Companhia de Recursos Hídricos do do Ceará (Cogerh), Cagece e da Superintendência de Obras Hidráulicas do Ceará (Sohidra), que iniciará nesta terça-feira (26), a limpeza do poço e a colocação da bomba submersa que bombear a água e por meio de encanamento já existente levará água até a cidade de Campos Sales, num trajeto de mais de 40 quilômetros de distância.


Vereadores com o prefeito Moésio Loiola. (Fotos: Flávio Pinto)

O projeto faz parte de um estudo realizado pela Cagece, Cogerh, Cagece e Sohidra, com a apoio da Prefeitura de Campos Sales, que visa minimizar a escassez d´água no município, especialmente na sede, onde muitas residências são abastecidas por meio de carro-pipa. Na semana passada, o prefeito Moésio Loiola foi recebido pelo presidente da Cogerh, João Farias, que determinou a imediata limpeza do PP5 e seu pleno funcionamento. "Uma equipe especializada em escavações de poços profundos para a Petrobras irá ficar responsável pelo serviço. Isso nos dará a certeza que agora nosso sofrimento pela busca da água dará resultado. Para isso é importante que toda nossa bancada na câmara estivesse aqui hoje para testemunhar o início desse trabalho", disse Moésio Loiola.
Além do prefeito estiveram visitando o PP5 os vereadores Dr. Neto (presidente da câmara), Vicelmo, Chico da Ladeira, Iran, Jenilton, Rômulo Alcântara e a vereadora Elzinha.


Técnico da Cagece explica o funcionamento da adutora



Postado por flavio pinto

Salitre festeja seu padroeiro São Francisco


 amaury alencar

O município de Salitre, deu inicio as festividades de seu Padroeiro São Francisco, todas as noites haverá missas, novenas e quermeses na programação religiosa. já, na social foram instalados parques de diversões, barraca com comida e bebidas tipicas. Todas, as noites há uma intensa participação ardorosa de feis e devotos.






Equipes do TCE Ceará iniciam fiscalizações em três municípios


Três equipes técnicas do Tribunal de Contas do Estado de Ceará (TCE Ceará) iniciaram o deslocamento, na manhã desta segunda (25), para fiscalização nos municípios de Acaraú, Fortaleza e Maracanaú. Durante esta semana, serão realizadas inspeções ordinárias que objetivam verificar a regularidade dos atos de gestão praticados nas administrações públicas municipais.
De acordo com Raimir Holanda, secretário de controle externo, as inspeções ordinárias envolvem a análise dos atos de gestão, que abrangem a parte financeira, orçamentária, contábil, patrimonial, além da verificação dos processos licitatórios realizados, incluindo as dispensas de licitação e inexigibilidades, dos contratos em execução e de atos de pessoal. O secretário acrescenta que nas equipes de trabalho estão presentes servidores da área de engenharia, para verificar a execução e a regularidade de obras nesses municípios.
As fiscalizações em Acaraú e Maracanaú seguem até sexta-feira (29). Já a fiscalização em Fortaleza prossegue até novembro. A divulgação dos nomes e datas dos próximos municípios a serem fiscalizados será feita gradativamente, nas próximas sessões plenárias, à medida que forem se aproximando as viagens. A previsão é visitar 16 municípios até o final do ano dentro das chamadas fiscalizações ordinárias.
A seleção dos entes a serem fiscalizados é feita por meio de análise que utiliza uma série de critérios pré-definidos que compõem a matriz de risco, e através da realização de sorteio. A outra parte dos municípios é escolhida através de sorteio.
Após as inspeções, são construídos relatórios com os principais fatos levantados. Os documentos são enviados ao relator responsável, que dá prosseguimento às medidas que forem necessárias, como aplicação de sanções aos gestores responsáveis ou abertura de tomada de contas especial, nos casos de dano ao erário.
Com informações do TCE

Gastos dos deputados com a Verba de Desempenho


012:09 · 25.09.2017 / atualizado às 12:09 · 25.09.2017 por Edison Silva
Por Letícia Lima

Os 22 deputados que compõem a bancada federal do Ceará gastaram, de janeiro a agosto deste ano, R$ 6,84 milhões da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar – verba que visa o custeio de despesas típicas do mandato e é utilizado pelo deputado por meio de reembolso. Os dados constam no Portal da Transparência da Câmara dos Deputados e mostram as despesas pagas, mensalmente, por cada um dos parlamentares com o recurso. Entre os representantes do Estado, o deputado Odorico Monteiro (PSB) foi o que mais “gastou” a verba nos primeiros oito meses de 2017, somando quase R$ 377 mil. Em segundo lugar aparece o deputado Domingos Neto (PSD), seguido da deputada Gorete Pereira (PR).

Instituída por um Ato da Mesa Diretora em 2009, a Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar unificou a verba indenizatória (que vigorava desde 2001), a cota de passagens aéreas e a cota postal-telefônica. Hoje, o valor a ser reembolsado pelo deputado, serve para bancar gastos com passagens aéreas, telefonia, serviços postais, manutenção de escritório, alimentação, hospedagem, serviços de segurança, divulgação da atividade parlamentar, entre outras despesas efetuadas. Para cada Estado pelo qual o parlamentar foi eleito, o valor mensal da cota é diferente, porque leva em consideração os preços das passagens aéreas de Brasília até a capital daquele Estado. No caso do Ceará, o teto é de R$ 42.451,77.

No entanto, alguns deputados podem exceder esse limite máximo da cota, muito embora o limite anual (considerando os 12 meses) não possa ser extrapolado. Dos R$ 376.695 utilizados de sua verba até o mês passado – representando a maior soma da bancada federal neste ano – o deputado Odorico Monteiro gastou mais no último mês de maio, quando foi indenizado com R$ 68.915,48, ultrapassando o limite estabelecido para o Estado. A despesa maior do parlamentar nesse mês (R$ 23.559,60) foi com a divulgação de sua atividade parlamentar, que inclui gastos com assessoria de imprensa e espaço em rádios no Interior.

Depois de Odorico, aparece o deputado Domingos Neto (PSD) como o que mais gastou a cota para atividade parlamentar nos primeiros oito meses de 2017, foram pouco mais de R$ 373 mil. Desse montante, o mês em que o deputado cearense teve maior valor reembolsado foi julho, com quase R$ 59 mil. Naquele mês, o principal gasto dele foi com consultorias, pesquisas e trabalhos científicos. Vale ressaltar que Domingos ainda recebe um adicional de R$ 1.353,04 todo mês, conforme determina a Câmara, por ser vice-líder do governo. Em seguida, na lista dos gastos da cota parlamentar de janeiro a agosto deste ano, está a deputada Gorete Pereira (PR), com R$ 362 mil gastos.

Já o deputado Vicente Arruda (PDT), que tirou licença para tratamento de saúde em fevereiro deste ano e reassumiu o mandato no mês passado, é o que usou menos a cota entre os parlamentares cearenses, tendo gasto “apenas” R$ 12.278. Os peemedebistas Vitor Valim e Aníbal Gomes também estão entre os que menos usaram a verba para atividade parlamentar neste ano. Cada um deles utilizou pouco mais de R$ 200 mil.

21 deputados já mudaram de sigla



01:00 · 26.09.2017

Pelo menos 21 dos 46 deputados que hoje compõem a Assembleia Legislativa trocaram de partido ao longo da atual Legislatura, o que representa, praticamente, metade dos membros do Legislativo. A falta de fidelidade partidária e interesses particulares dos parlamentares são alguns dos fatores que fizeram com que eles mudassem de legenda no decorrer dos últimos anos.

A sigla que mais perdeu representantes foi o PROS, que elegeu o maior número de candidatos em 2014, e atualmente não tem um representante sequer na Casa. Todo grupo político, liderado no Ceará pelos irmãos Cid e Ciro Gomes, deixou os quadros da agremiação e ingressou no Partido Democrático Trabalhista (PDT), hoje o maior agremiação do Estado do Ceará.

Antes de ingressarem no PROS, os parlamentares deste grupo faziam parte do PSB, que depois da saída em massa de seus integrantes, em 2013, nunca mais conseguiu se recuperar. Desde aquela data o partido já passou por pelo menos cinco presidências, e atualmente segue sem definição sobre quem comanda seus filiados no Ceará. Atualmente o PDT possui 12 deputados, sendo que a maioria é oriunda do PROS. O Partido Progressista (PP) foi outro que se beneficiou com o ingresso de novos filiados nos últimos anos.

A agremiação, que elegeu apenas dois deputados para a atual Legislatura, agora possui cinco parlamentares, visto que atraiu Fernando Hugo, do Solidariedade; Bruno Pedrosa, do PSC; Lucilvio Girão, também do Solidariedade; Walter Cavalcante, do PMDB; e Leonardo Pinheiro, do PSD. Alias, Pinheiro já passou pelo PSDB e PR em legislaturas passadas. Em contrapartida, Joaquim Noronha, eleito pelo PP se filiou ao PRP, partido que agora preside no Estado.

O caso mais curioso é o do deputado Tomaz Holanda, que foi eleito pelo PPS, se filiou ao PMDB para fazer oposição ao Governo Camilo Santana, e agora, de volta à base governista na Casa, resolveu ingressar outra vez no PPS. Ao todo, até o momento, foram 21 mudanças, o que representa praticamente metade da Casa. Além das diversas alterações ao longo dos anos, outras devem ocorrer nos próximos meses, visto que, pelo menos seis deputados estão se preparando para deixar as legendas dais quais fazem parte. Eles estão filiados a PMDB, PSD e PSB.

Disputa está acirrada nas bases



01:00 · 26.09.2017

Faltando pouco mais de um ano para o pleito de 2018, deputados estaduais já acirram a disputa por colégios eleitorais no Interior do Estado. As investidas em municípios do Ceará já podem ser sentidas em pronunciamentos direcionados para algumas cidades, esvaziamento do Plenário 13 de Maio durante sessões ordinárias e até cobrança de exoneração de secretários do governador Camilo Santana.

Parlamentares já se estranharam na tribuna do plenário no decorrer do ano, o que segundo disseram, deve se intensificar quanto mais próximo ficar do período eleitoral. Alguns também têm reclamado da "invasão" que alguns pretensos candidatos estão fazendo em seus colégios eleitorais, como aliados do Governo e até secretários da gestão que querem disputar uma das 46 vagas da Assembleia.

Em reunião realizada com o presidente do Legislativo, Zezinho Albuquerque (PDT), deputados cobraram que os gestores sejam exonerados até o dia 31 de dezembro, a exemplo do que fazia o ex-governador Cid Gomes.

O esvaziamento do plenário também é resultado das incursões feitas pelos deputados da Assembleia desde o início do recesso passado. Preocupados com as cobranças feitas pelo eleitorado, os parlamentares têm buscado se aproximar cada vez mais de seus colégios eleitorais.

Audic Mota (PMDB) acredita que regra geral a movimentação nos municípios têm se dado de forma normal, cada um defendendo suas bases. Julinho (PDT afirmou que é nítida a disputa se acirrando entre seus pares, o que deve aumentar com a proximidade do pleito.

Sérgio Aguiar (PDT) disse que o clima já está começando a se acirrar, mas destacou que não tem motivação para se levar discussões particulares de seus pares para o Plenário da Casa. Manoel Santana (PT) avaliou que o pedido de afastamento dos secretários já é um indício de que há, sim, uma disputa em curso nos municípios do Interior.

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Multidão lota Praça da Basílica para festejos de São Francisco




Até o próximo dia 3 de outubro, a cidade de Canindé ficará completamente tomada por romeiros de todas as localidades nordestinas para os festejos franciscanos ( Foto: Alex Pimentel )




Canindé Repetindo a tradição fortalecida ao longo de dois séculos, uma multidão lotou a Praça da Basílica de São Francisco das Chagas, em Canindé, para prestigiar a abertura dos festejos em homenagem ao santo protetor dos sertanejos. Ainda era madrugada, mas à medida que frei Marconi Lins, acompanhado de um grupo de religiosos clamava aos devotos para entoarem cânticos de louvor mais romeiros de todo o Ceará e do Nordeste iam chegando para assistirem ao hasteamento da bandeira santa e participarem da celebração eucarística anunciando o início das novenas.
No momento do hasteamento da flâmula franciscana acompanhada de um espetáculo pirotécnico, os devotos mais dispostos disputavam espaço para beijarem e tocarem o tecido que se manterá tremulando até o dia 5 de outubro junto com as bandeiras Nacional e do Município.
Era apenas o início da festa programada pela Paróquia Santuário de Canindé, onde está localizado o maior santuário franciscano da América Latina. Mesmo assim, a emoção já era contagiante. Quem ia chegando fazia o sinal da cruz e passava a acompanhar a multidão acenando com as mãos e O tema deste ano é "Francisco, restaura a minha Igreja". Logo após o encerramento da primeira missa, às 5h30, parte dos romeiros adentrou à Igreja Matriz; outros seguiram para a Casa dos Milagres, situada ao lado, onde os devotos depositam as provas da interseção de São Francisco nas suas vidas. Os mais cansados procuravam descanso nos abrigos espalhados pela cidade, nos hotéis e nos ônibus. Até nas praças encontraram um aconchego, armando as redes. Alguns conseguem acolhida nos lares de moradores.
Novenas
Nesta segunda-feira, a partir das 18 horas, serão realizadas as novenas na Praça dos Romeiros, seguindo no mesmo horário até o dia 3 de outubro. As confissões, também no mesmo período, ocorrerão das 6 horas às 11 horas e das 14 às 17 horas no Complexo São Damião, ao lado da Basílica onde também haverá batizados, das 10 às 15 horas.
Já as missas, na Quadra da Gruta, serão às 5h, 7h, 9h, 11h, 16h, com celebração de encerramento no mesmo dia, às 9 horas e às 17 horas procissão com a imagem de São Francisco e, no dia seguinte, ao meio-dia, arreamento da bandeira na Praça da Basílica.
A expectativa dos paroquianos para os festejos deste ano é de mais de um milhão de romeiros. A estrutura receptiva, incluindo abrigos e banheiros, foi ampliada, e a segurança reforçada. Além da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, a Autarquia Municipal de Trânsito, a Guarda Municipal e equipes da Secretaria de Saúde do Município foram reforçadas para atenderem os visitantes. O objetivo é assegurar tranquilidade e evitar infortúnios para os visitantes.
Enquete
Porque você é devoto de São Francisco?
"Somos um povo altamente religioso e buscamos um santo que se identifique com as nossas necessidades. E São Francisco de Assis atende as minhas. São Francisco é o santo dos pobres, aprendi quando ainda era criança e busco nele a minha segurança porque é um santo milagroso"
Francisco Antônio da Silva
Artesão
"Desde criança acompanho meus pais nesta peregrinação a Canindé e aprendi a confiar em São Francisco como meu protetor. Para quem tem fé em Deus e sabe que São Francisco é a imagem de Cristo, seu filho, que retornou ao meio de nós, busca nesse santo a proteção divina"
Lúcia Silva
Agricultora

Violência transpõe os muros da escola e atinge professores




Estado não possui estatísticas oficiais sobre agressões a docentes, mas relatos se multiplicam



Ambientes de aprendizado ficam marcados como locais das agressões Foto: Bruno Gomes Segundo pesquisador, chama atenção que algumas crianças e adolescentes considerem certos atos agressivos não como violência, mas como "brincadeira" - ainda que de mau gosto ( Foto: Fernanda Siebra )
01:00 · 25.09.2017 por Nícolas Paulino - Repórter


"Gosto do que eu faço, não me vejo fazendo outra coisa", confessa a professora de uma escola pública do bairro Vila União, em Fortaleza, que não será identificada. A experiência do magistério, contudo, não tem sido tranquila. Não quando já foi ameaçada por um aluno dentro da sala de aula. Não quando quebraram o limpador de para-brisas de seu carro. Não quando furaram os pneus do veículo de um colega de profissão e arranharam a lateral do de outro. "Me sinto impotente, muito triste, até mesmo deprimida", revela a docente.

O abatimento a obrigou, inclusive, a frequentar o consultório de um psiquiatra, além de afastá-la por dois meses das atividades da escola. "Eu não conseguia fazer o trabalho render. A gente se capacita, faz cursos, mas parece que os alunos estão lá só por obrigação", conta. Desde 2001 lecionando em turmas do 6º ao 9º ano, ela tem notado jovens mais impetuosos e contestadores das ordens que dá. "O que me ameaçou tinha 15 anos e era uma pessoa difícil, já tinha quebrado o braço da mãe".

Fatos semelhantes ocorrem até numa cidade pequena como Monsenhor Tabosa, no sertão cearense. Lá, a professora Alana (nome fictício) também viveu momentos delicados. "Eu tinha um aluno de 13 anos que era usuário de drogas. Ele queria sair para usar e eu disse que não. Então, ele pegou uma cadeira para jogar em mim, mas os colegas dele impediram. Fiquei bem nervosa", lembra. Depois do episódio, a professora pediu transferência da série. Contudo, mais recentemente, um estudante de apenas 6 anos cuspiu no rosto dela. O motivo? Não queria realizar a tarefa. "Foi constrangedor", sentencia.

A dimensão real do problema, porém, é desconhecida. A Secretaria Estadual da Educação (Seduc) não dispõe de relatório sobre casos de violência contra professores nas 715 escolas da rede pública estadual. Tampouco o Sindicato dos Professores e Servidores da Educação e Cultura do Estado e Municípios do Ceará (Apeoc) possui dados sobre a matéria. Mas, segundo o presidente do Conselho Estadual de Educação (CEE), padre Zé Linhares, embora não haja estatísticas definidas, uma média de 10 a 15 denúncias de violência contra professores é informada ao órgão semestralmente.

Conforme Linhares, a região mais afetada é a Capital. As ocorrências chegam através da Ouvidoria do CEE e, dependendo da situação, o professor pode ser remanejado de turno ou de estabelecimento, passar por acompanhamento psicológico, fazer um curso de reciclagem ou participar de mediações com o agressor e a família dele. Contudo, o presidente alerta para a necessidade de se implementarem conselhos municipais, já que o CEE, sozinho, pode não dar conta da análise de todos os casos das cerca de 8,7 mil escolas públicas e particulares de todo o Estado.

Tendência

Dos 10.484 professores cearenses questionados por uma enquete qualitativa da Prova Brasil 2015, divulgada neste ano, 187 relataram ter sido "vítimas de atentado à vida" na escola. Mais 831 declararam ameaças de alunos. Além disso, 4.571 (44%) disseram ter conhecimento de agressões verbais ou físicas de alunos contra outros professores e funcionários da escola.

Houve ainda 1.085 relatos de docentes com alunos frequentando aulas sob efeitos de drogas ilícitas, além de 98 com alunos portando armas de fogo. O vice-presidente do Sindicato Apeoc, Reginaldo Pinheiro, reconhece que as agressões existem, mas muitos professores resistem em fazer o Boletim de Ocorrência por medo de represálias, uma vez que, na maioria dos casos, os conflitos se desdobram em comunidades ligadas ao tráfico de drogas. "A atitude do profissional fica muito na resignação. Eles têm a sensação de que aquilo não vai levar a lugar nenhum", diz.

Pinheiro defende que a escola não pode ser responsabilizada por toda a formação dos estudantes, sendo necessário o apoio institucional do Estado e dos municípios para financiar ações de enfrentamento à violência. Enquanto isso, os educadores sofrem com doenças socioemocionais causadas pela sensação de insegurança e pelo estresse, que, segundo o vice-presidente, são os principais motivos de afastamento da função. O Diário do Nordeste solicitou dados de licenças médicas de professores à Secretaria do Planejamento e Gestão, mas não obteve retorno até o fechamento desta edição.

Motivações

Para o psicopedagogo Harley Gomes, mestre em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará (Uece), o conflito geracional é um dos possíveis catalisadores de agressões no ambiente escolar porque, com a organização de novas configurações sociais e comportamentos, a reverenciada autoridade do professor de décadas passadas parece ter perdido força.

"Há uma nova geração que questiona, que não aceita algumas normas e valores impostos. Se a criança se comporta diferente, isso exige do professor uma nova atuação, e, quando o profissional não está capacitado ou não busca estar de acordo com essas mudanças, emergem esses conflitos", explica.

Segundo o pesquisador, que investigou relatos de violência numa escola de General Sampaio, a 130 km da Capital, também chama a atenção que algumas crianças e adolescentes considerem certos atos agressivos não como violência, mas como "brincadeira" - ainda que de mau gosto. Noutros casos, analisa, os arroubos violentos podem surgir como forma de revidar o bullying sofrido e velado.

É preciso trabalhar a violência de forma pedagógica, segundo Harley, com diálogos, rodas de conversa, pesquisas e atividades junto aos alunos, bem como pela parceria da família no cotidiano escolar. "Ter uma cultura de paz não significa não termos atos violentos, mas sim ressignificá-los pela conversa e pelo conhecimento do que a violência pode causar para vítima e agressor", propõe.

Em nota, a Seduc afirmou que busca "garantir o direito dos alunos a uma boa escolarização" com oportunidades de estágios, qualificação profissional e desenvolvimento de habilidades de pesquisa científica, artístico-culturais e esportivas, no intuito de agregar "valores ao projeto de vida dos adolescentes e jovens que hoje ingressam na rede pública estadual de ensino".

Fique por dentro

Projetos tentam instaurar cultura de mediação

Dentre as ações implementadas pela Secretaria da Educação, há o Projeto Professor Diretor de Turma, em que um docente acompanha todo o desempenho escolar de uma turma até o fim da escolarização; o Seminário Estadual "Escola, Espaço de Reflexão"; o projeto "Mediação Escolar", desenvolvido em quatro escolas de Fortaleza; a parceria entre professores e psicólogos escolares; e o Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Prática Social (NTPPS), disciplina incluída no currículo das turmas de ensino médio das escolas de tempo integral.

Na 1ª série do Ensino Médio, os alunos realizam trabalhos científicos sobre a família e a escola, acerca de temáticas como gravidez na adolescência, consumo de álcool e drogas e bullying. Já na 2ª série, o foco de estudo é a comunidade, estendendo as pesquisas para temas como história local, o comércio do bairro e a preservação do meio ambiente.

Por fim, na 3ª série do Ensino Médio, os temas de pesquisa devem ser relacionados ao mundo do trabalho.

1.716 presos soltos em audiências de custódia neste ano



O projeto completou dois anos de implantação no Ceará, em agosto último, mas ainda divide opiniões




00:00 · 25.09.2017 / atualizado às 00:54 por Emanoela Campelo de Melo - Repórter

As audiências de custódia completaram dois anos de implantação no Ceará, em agosto último. O projeto foi iniciado com o intuito de humanizar o Sistema Carcerário e desafogar as penitenciárias. De agosto de 2015 até o último dia 19 de setembro, houve 12.559 atendimentos, destes 4.462 resultaram em solturas mediante aplicação de medidas cautelares, 551 em solturas sem aplicação das medidas e 53 em relaxamentos de prisão. Somente de janeiro de 2017 até a metade deste mês, 1.716 liberdades foram concedidas.

O instrumento processual prevê que o preso em flagrante seja apresentado à autoridade judicial em um prazo de 24 horas, para que seja decidido sobre a legalidade da prisão. No entanto, conforme o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), atualmente, o prazo para que os presos em flagrante sejam apresentados ao juiz é de cinco dias. Isso, porque, no Estado, não há servidores suficientes para cumprir o prazo estabelecido pela Lei. No Ceará, a cada dia útil acontecem, em média, 40 audiências de custódia.

> Policial questiona liberação imediata

Parte das autoridades da área da Segurança Pública veem as audiências como oportunidade para que os presos voltem rapidamente às ruas e, muitas vezes, reincidam na criminalidade. O juiz representante da Vara Única de Audiência de Custódia, Pedro de Araújo Bezerra, concorda em parte com essa vertente do tema, que associa a soltura do preso ao retorno da ilegalidade.

O magistrado afirmou que a liberdade do detento vai depender da gravidade do delito cometido e da ficha criminal dele. Apesar de o Tribunal não contabilizar quantos presos que foram soltos em audiências voltaram a cometer crimes, o juiz fala que as reincidências são comuns.

"Tive casos em que as pessoas foram beneficiadas com a soltura em audiências de custódia e, em um ou dois meses, retornam a delinquir. Temos um caso recente de um suspeito que foi preso em flagrante por roubo e, em nove dias, retornou pelo mesmo crime. Da segunda vez, decretamos a preventiva", lembra o representante da Vara única de Audiência de Custódia.

Na opinião de Pedro Bezerra, atualmente, o crime envolve uma "cultura de glamour". Com o fortalecimento das facções no Ceará, os jovens passaram a se iludir com a falsa sensação de poder que o crime possibilita. O professor doutor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), Gustavo César Machado Cabral, reitera o pensamento e lembra que entre os criminosos ainda há o discurso acerca da facilidade em deixar o cárcere.

"Quem burla a lei, não imagina que será preso. E quando imagina, lembra da facilidade que é ser solto. Aquele que vai delinquir sabe que é pouco provável passar muito tempo preso. É muito da questão de como os presídios estão estruturados internamente. O número de encarceramento cresce e a sensação de insegurança acompanha esse crescimento. Encarcerar não soluciona o problema", disse o professor de Direito Penal.

Privação de liberdade

O defensor público titular da Vara de Audiência de Custódia e responsável pelo Núcleo de Assistência ao Preso Provisório e Vítima de Violência (Nuapp), Delano Benevides, afirma que, atualmente, o Brasil vive uma política de superencarceramento. Enquanto nos anos 1990 havia 100 mil presos, hoje, os presos ultrapassaram 700 mil.

"As pessoas querem que se prenda mais. Isso demonstra inoperância de um sistema, no qual a violência só aumenta. Grande parte da população carcerária é formada por um público socialmente vulnerável. As audiências têm intuito de frear esse superencarceramento. Mais de 4 mil foram soltos de 2015 para cá, e nem assim o número de presos provisórios diminuiu", lembrou o defensor público.

Neste ano, o Estado do Ceará atingiu o recorde no número de internos em penitenciárias e cadeias públicas. Um último levantamento da Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus), divulgado no início deste mês, traz que há 26.395 detentos nos regimes fechado, aberto, semiaberto e na condição de presos provisórios.

Para os estudiosos, o projeto audiência de custódia é uma medida paliativa. Ou seja, não combate a 'raiz' do problema. "O Direito Penal sempre chega atrasado. Chega quando o crime já foi praticado. A criminalidade pode ser solucionada com prevenção. Hoje, está se prendendo muito, mas está se prendendo mal. Não me pergunto se eles vão reincidir, me pergunto o porquê eles voltam ao crime", avaliou o defensor público Delano Benevides.

Conforme o TJCE, dentre os crimes mais vistos nas audiências de custódia estão roubo, furto e tráfico. O defensor público garante que 80% dos que chegam ao Tribunal cometeram furto ou tráfico de drogas. O juiz Pedro de Araújo Bezerra confirma que os narcóticos contribuem de forma significativa para o aumento da criminalidade, principalmente, quando o público é composto por homens jovens.

Opinião do Especialista

Impunidade dá a entender que o crime compensa

Luiz Fábio Paiva
Sociólogo e pesquisador da UFC

Vivemos no Ceará o drama dos homicídios. A Polícia se mobiliza, apreende drogas, armas e realiza prisões. Qual o resultado disso para diminuição dos homicídios no Ceará? Nenhum. Só existe um impacto social na prática de crimes quando eu efetivamente consigo responsabilizar seus autores. A prisão não pode ser um fim em si mesmo. Temos que pensar modelos de responsabilização que funcionem na prática. Para isso precisamos falar de reforma no sistema de justiça criminal e mais especificamente em mudanças substantivas no trabalho de juízes e desembargadores. O que importa é a certeza de que, ao cometer um crime, o sujeito será devidamente responsabilizado, em conformidade com a lei vigente. O código penal brasileiro precisa de atualizações e enfrentar questões.

Segunda edição de festa literária homenageia Patativa do Assaré



segunda-feira, 25 de setembro 2017



A Festa Literária 7 de Setembro (Fli7) será realizada entre os dias 27 e 30 de setembro. O encontro traz ao público, gratuitamente, uma extensa programação literária e cultural com as presenças de grandes escritores como Gonçalo M. Tavares, Marina Colasanti, Socorro Acioli, Gilmar de Carvalho, Lira Neto, Luiz Ruffato, João Almino, Flávio Paiva e Bárbara Morais. Veja programação completa no site www.fli7.com.br.

Esta é a segunda edição do evento que marca o aniversário da Educadora 7 de Setembro, organização educacional formada pelo Colégio 7 de Setembro e pelo Centro Universitário 7 de Setembro, local de realização da programação, em seu campus Sul, à Avenida Alm. Maximiano da Fonseca, 1395. O grande homenageado deste ano, cujo tema é “A literatura como arte que transforma a realidade,” é o escritor Patativa do Assaré.

Paralelamente à festa, ocorrerão outros eventos, como o II Congresso de Leitura & Educação, o I Encontro de Ensino Bilíngue e o II Encontro das Academias de Letras Escolares. Todos abertos ao público e gratuitos. O Congresso de Leitura & Educação e o Encontro de Ensino Bilíngue pedem inscrições prévias. A curadoria geral da Fli7 é assinada pelo professor PhD em Linguística, Fábio Delano.

Senado discute o fim da propaganda eleitoral




A única mudança no processo eleitoral do próximo ano, a ser sentida pelo eleitorado, será o fim da propaganda eleitoral e partidária, caso realmente o Senado aprove um dos dois projetos em discussão naquela Casa, dependendo ainda da aceitação da Câmara dos Deputados, até o fim da primeira semana de outubro, o prazo limite para aprovação de qualquer nova norma para ter efeito em 2018.


Todas as perspectivas de ser efetivada uma reforma político-eleitoral capaz de ser denominada de digna, proporcionando inovação, modernização e moralização da campanha eleitoral do próximo ano e das seguintes, se esvaíram, à noite da última quarta-feira, com as votações na Câmara mantendo as coligações proporcionais, uma das coisas ruins do processo eleitoral. Ao fim do trabalho, conclui-se que tão somente criaram, ao longo dos últimos meses, outras tantas expectativas falsas.


DN Online

Polícia prende suspeito de fraudar 'Operação Carro-Pipa' em Milhã (CE)



A Polícia Militar prendeu nesta sexta-feira (22) um homem suspeito de fraudar a 'Operação Carro-Pipa', que distribui água para abastecer cidades durante a seca no Ceará. O suspeito foi preso com aparelhos que marcavam a quilometragem dos carros-pipa dentro de um veículo de passeio na rodovia BR-226, na cidade de Milhã.


Segundo a polícia, os pipeiros da região denunciaram que o homem retirava os equipamentos GPS que monitoravam o trajeto e colocava em outro carro para aumentar a quilometragem marcada pelo aparelho. Os pagamentos eram feitos de acordo com o percurso registrado no equipamento.


Os policiais encontraram quatro aparelhos GPS ligados ao sistema elétrico do carro. O suspeito informou aos agentes que era contratado por outras pessoas para realizar o serviço, e que recebia o pagamento de mil reais por mês.


O criminoso foi encaminhado para a sede da Delegacia Regional de Quixadá, onde foi autuado em flagrante por estelionato.


G1CE

Balanço de fim de semana aponta 35 mortos no Ceará, entre as vítimas, mais um PM




O policial militar foi assassinado, a tiros, na madrugada do domingo em plena Avenida Francisco Sá. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)





Soldado Francisco Leandro Conceição Santana foi atingido por tiros à queima-roupa

Fernando Ribeiro25/09/2017 query_builder 6:52




Oprimeiro balanço parcial indica que, ao menos, 35 pessoas tiveram morte violenta no Ceará durante o fim de semana. A Polícia fez o registro de 29 assassinatos e mais seis mortes decorrentes de acidentes de trânsito. Entre as vítimas da violência está mais um policial militar, morto por bandidos nos primeiros minutos da madrugada do domingo (23).

Na Capital cearense 11 pessoas foram assassinadas nos seguintes bairros: Mondubim, Serrinha, Centro, Demócrito Rocha, Álvaro Weyne, Serviluz, Jardim Iracema, Maraponga, Jacarecanga, Sapiranga-Coité e Barra do Ceará.

Na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), outras 11 pessoas foram mortas nos seguintes Municípios: Maracanaú (3 casos sendo dois no bairro Acaracuzinho e um no Distrito de Pajuçara), Caucaia (dois casos, em Sítio Novos e Pirapora), Pacatuba (dois casos, no Conjunto Jereissati 3e no Planalto Benjamin), Pacajus (3 casos) e no Município de Itaitinga (na CPPL 1).

Já no Interior do Estado, foram, ao menos, sete assassinatos, sendo dois no Setor Norte, nos Municípios de Paraipaba e Sobral; e cinco no Sul, nos Municípios de Iguatu, Potengi, Barbalha, Jardim e Fortim.

Policial morto

Na madrugada de domingo (24), o soldado da Polícia Militar Francisco Leandro Conceição Santana, destacado na 2ª Companhia do 8º BPM (Aldeota), foi assassinado, a tiros, no cruzamento das avenidas Francisco Sá e Padre Anchieta, no bairro Jacarecanga. Imagens captadas por câmeras instaladas no local mostram o momento em que o carro da vítima é cercado por criminosos em motocicletas.

Nas imagens é possível verificar que os tiros disparados contra o militar foram à queima-roupa. Ele ainda foi socorrido para a Emergência do Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro), mas não resistiu.

O caso está sendo investigado pela 11ª Delegacia da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Conta de energia deve ficar mais cara em outubro


Matéria 10:35:00 Brasil

Por causa da baixa quantidade de chuvas, a tendência é que as tarifas de energia elétrica vigorem em outubro acrescidas da bandeira tarifária vermelha, no patamar 2, afirmou nesta sexta-feira (22) o diretor-geral da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) Romeu Rufino.


“A lógica, a tendência, é que estamos com um regime hidrológico ainda muito desfavorável. As chuvas atrasaram. A tendência é, para a próxima semana, o CMO estar mais caro. Então, caminha na direção da bandeira vermelha. E é mais provável que chegue ao patamar 2”, afirmou Rufino, pouco antes de dar palestra na Sessão Especial do Fórum Nacional, organizado pelo Inae (Instituto Nacional de Altos Estudos), no Rio.


O sistema de bandeiras é atualizado mensalmente pelo órgão regulador, que avalia a situação dos reservatórios em todo o País e o volume de chuvas para tomar uma decisão.


Atualmente, o regime está na bandeira amarela, o que significa uma cobrança extra na conta de luz de R$ 2,00 para cada 100 kWh consumidos. No patamar 2 da bandeira vermelha, o valor extra subirá para R$ 5,00.


Rufino frisou que falou em termos de tendência, pois somente na próxima semana será fechada a bandeira tarifária que valerá em outubro, conforme o CMO (Custo Marginal de Operação). O ONS (Operador Nacional do Sistema) também prevê que a bandeira vermelha vigorará em outubro e novembro.


O diretor-geral da Aneel também descartou a possibilidade de haver desabastecimento de energia elétrica em 2018, mesmo que o crescimento da economia seja mais forte do que o inicialmente esperado. Mesmo o despacho das usinas termelétricas mais caras, caso a demanda suba, pode ser evitado caso o Brasil importe energia da Argentina a um preço melhor.


“Só vamos importar se os preços forem competitivos em relação às térmicas que eu tenho. O que foi feito é uma autorização para importar. O comercializador vai declarar o valor e, aí, o ONS está autorizado a acionar, desde que ela desloque as térmicas mais caras”, disse Rufino.



Na quinta-feira, o diretor-geral do ONS, Luiz Eduardo Barata, disse que, para amenizar o impacto da seca nos preços, serão importados cerca de 1 mil megawatts-médios da Argentina, já a partir do mês que vem. (R7)

Prazo para produtores rurais aderirem a parcelamento acaba esta semana


Matéria 10:51:00 Brasil, Principal


Prazo para produtores rurais aderirem a parcelamento
acaba esta semana. FOTO: André Costa

Produtores rurais que planejam renegociar dívidas com melhores condições terão até esta sexta-feira (29) para aderir ao Programa de Regularização Tributária Rural (PRR). São elegíveis para o programa, apelidado de Refis rural e criado e regulamentado no mês passado, pessoas físicas ou compradores de produção rural de pessoas físicas.


Com a adesão ao programa, os débitos contraídos a partir de 2001 poderão ser refinanciados em até 180 meses (15 anos), das quais 176 prestações terão desconto nas multas e nos juros. Para que o acordo seja feito nessas condições, a única exigência é que o produtor pague 4% da dívida até dezembro de 2017, sem descontos.


As dívidas poderão ser quitadas mediante o pagamento, sem reduções, de 4% da dívida consolidada, em quatro parcelas com vencimento de setembro a dezembro de 2017, e o restante com desconto de 25% das multas de mora e de ofício e 100% dos juros.


Se a dívida for menor ou igual a R$ 15 milhões, os 96% restantes da dívida serão parcelados em 176 meses, e o valor da parcela corresponderá a 0,8% da média mensal da receita bruta do ano anterior. A prestação mínima corresponde a R$ 100 para o produtor e R$ 1 mil para o comprador. Se, após os 176 meses ainda restar dívida, o valor poderá ser parcelado em 60 meses, sem descontos.


Se o membro do programa for comprador de produção rural de pessoa física com dívida maior que R$ 15 milhões, os 96% restantes da dívida serão parcelados em 176 meses, com prestação mínima de R$ 1 mil.


O contribuinte já inscrito em outros programas de refinanciamento poderá permanecer neles – aderindo, ao mesmo tempo, ao PRR – ou concentrar todos os débitos no PRR. Regras da Receita Federal estabelecem que a desistência de parcelamentos anteriores são integrais e irreversíveis. Desse modo, se optar por incluir no PRR renegociações de débitos em curso, as condições de tais parcelamentos não poderão ser restauradas caso os pedidos de adesão ao PRR sejam rejeitados.



A desistência de parcelamentos anteriores ativos poderá implicar a perda de reduções aplicadas sobre os valores já pagos. A aplicação dessa regra varia conforme a legislação específica de cada modalidade de parcelamento. (Agência Brasil)

sábado, 23 de setembro de 2017

Doria vai de ônibus de casa à Prefeitura e reclama da falta de ar-condicionado


No Dia Mundial Sem Carro, prefeito foi de coletivo à sede da administração e diz que não descarta fazer trajeto 'com mais frequência'
23.6k


Juliana Diógenes, O Estado de S.Paulo

22 Setembro 2017 | 08h30



Doria fez o trajeto acompanhado do secretário de Mobilidade e Transportes, Sergio Avelleda Foto: Divulgação/Prefeitura de São Paulo

SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), saiu a pé de casa no Jardim Europa, bairro da área nobre da capital, às 6 horas desta sexta-feira, 22. No Dia Mundial Sem Carro, o tucano caminhou duas quadras até a parada de ônibus na Avenida Europa. Lá, esperou 12 minutos até a chegada de um coletivo da linha 107T/10 Metrô Tucuruvi-Terminal Pinheiros, que o levaria à Prefeitura de São Paulo.

Acompanhado do secretário de Transportes e Mobilidade, Sergio Avelleda, sentou-se nos últimos bancos, próximo ao motor traseiro. Sem ar-condicionado, logo o calor e o barulho do motor incomodaram o prefeito. Na presença do secretário, aproveitou para oficializar a queixa. "Reclamei com o Avelleda que era um ônibus sem ar-condicionado e ainda com motor traseiro, que faz muito barulho, muito ruído, e esquenta também. E principalmente o fato de não ter ar-condicionado e nem Wi-Fi."


Doria voltou a prometer que, até 2020, toda a frota de ônibus da capital paulista será "mais moderna" e "mais silenciosa". Terá ar-condicionado, Wi-Fi e acessibilidade, explicou. E, gradualmente, segundo ele, o ônibus a diesel será substituído por elétrico. "Futuramente, posso usar, sim, o ônibus com mais frequência para chegar até aqui (Prefeitura)."


O percurso até a Rua Coronel Xavier de Toledo, próximo ao Viaduto do Chá, durou 25 minutos. Segundo o prefeito, o tempo é semelhante ao trajeto que faz diariamente em seu carro pessoal.

Bloqueios. Carros e motos não podem circular em algumas das principais ruas do centro de São Paulo , nesta sexta, das 6 horas às 22 horas. A iniciativa é parte dos eventos do Dia Mundial Sem Carro e da Semana da Mobilidade, que chamam a atenção para o excesso de veículos particulares na cidade. Somente ônibus, táxis e veículos autorizados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) poderão circular na região no horário dos bloqueios.

Doria disse que a experiência de interdição de ruas na região central para veículos poderá ser repetida. "Se isso funcionar bem, talvez no futuro possamos não ter mais automóveis aqui no centro da cidade, utilizando apenas os modais de transporte público. É uma experiência que vai ser repetida além do dia de hoje", afirmou.

Estão bloqueadas Rua Boa Vista, Ladeira Porto Geral, Largo de São Bento, Rua Líbero Badaró, Viaduto do Chá e um trecho da Rua Florêncio de Abreu (entre a Ladeira da Constituição e a Rua Boa Vista).

Deputados tiram licenças e dão lugar a suplentes na AL




Por Miguel MartinsOntem, Yuri Guerra (à esquerda), suplente de Mário Hélio (à direita), já fez uso de um assento parlamentar, mas foi informado de que não poderia Foto: José Leomar

Deputados da Assembleia Legislativa iniciam, neste segundo semestre, o período de pedidos de licença para dar aos suplentes a oportunidade de assumirem o assento parlamentar por período de quatro meses. Na manhã de ontem, foi lida no Plenário 13 de Maio a proposta que trata da licença de Mário Hélio (PDT), que deve ter início amanhã (1), quando assumirá sua cadeira o suplente Yuri Guerra.

Guerra, inclusive, já esteve na sede do Poder Legislativo, ontem, tomando ciência dos aposentos da Casa. Ele chegou a fazer uso do assento parlamentar, mas, após alguns minutos, foi informado pela assessoria da Assembleia que teria de se levantar, pois as cadeiras do plenário, quando das sessões plenárias, são reservadas, exclusivamente, para deputados em exercício do mandato ou ex-parlamentares.

Além de Mário Hélio, outros dois deputados devem se licenciar em outubro próximo: Julinho (PDT) e Tomaz Holanda (PPS). Estes só retornam à Casa em fevereiro de 2018, último ano da atual Legislatura. Os parlamentares vão aproveitar para atuar em suas bases eleitorais. Outros tendem a fazer o mesmo a partir de 2018, nos meses que antecedem o período eleitoral.

Geralmente, pedidos de licença para tratar de assunto particular demoram no máximo 120 dias e são negociados com lideranças políticas e aqueles que devem assumir as vagas dos titulares. Como 2018 é ano de eleições, além de aumentar visitas às bases, parlamentares tendem a ceder parte dos mandatos aos suplentes que queiram também se apresentar à sociedade através dos meios de divulgação do Poder Legislativo, como a TV e a Rádio Assembleia.

Atualmente, na Casa, somente Manoel Santana (PT) está na suplência parlamentar, no lugar de Dedé Teixeira (PT), titular da Secretaria de Desenvolvimento Agrário (SDA). Mário Hélio e Yuri Guerra, em 2014, disputaram uma das 46 vagas da Assembleia em coligação formada com PP e PTdoB. Tomaz Holanda é outro que deve se licenciar nas próximas semanas. Inicialmente, ele tinha como certo ceder a vaga a Agenor Ribeiro, de Salitre, no início de setembro, mas a licença foi adiada para outubro.

Outros

Julinho, eleito pelo PTN na coligação com PTN, PPS e PSDC, deve se licenciar também no início de outubro e, em seu lugar, retornará à Casa Nizo Costa, atualmente no PMB. Aliado do Governo Camilo Santana, Nizo disputou o pleito pelo PSDC.

Heitor Férrer (PSB) é outro que deve passar quatro meses longe do Legislativo, visto que o ex-vereador Iraguassu Teixeira, do PDT, primeiro suplente do partido, tem interesse em passar este período como membro da Assembleia. Há um compromisso do pessebista, que foi eleito pelo PDT, de ceder parte de seu mandato para o colega, o que pode acontecer até o fim do ano ou somente no início de 2018.

Já o Odilon Aguiar (PMB) se licenciou das funções no Legislativo pelos próximos dois meses, para tratamento de saúde, conforme informou ao Departamento Legislativo. Pelo caráter da licença, não há necessidade de substituição por suplente.

Sindjorce realiza roda de conversa com jornalistas e estudantes no Cariri


18/09/2017
“O jornalismo e os jornalistas na Região do Cariri: Desafios e Perspectivas” é o tema da roda de conversa que o Sindicato dos Jornalistas do Ceará (Sindjorce) realizará no dia 23 de setembro (sábado), às 14h, no Instituto Cultural do Cariri (ICC), localizado no Crato. Antes, a partir das 10h, no mesmo local, haverá atendimento aos profissionais e estudantes interessados em sindicalização e pré-sindicalização, respectivamente.
A iniciativa faz parte do projeto Sindjorce Itinerante, que tem o objetivo de levar os serviços e benefícios oferecidos pela entidade até os jornalistas que atuam no interior do Estado. A primeira edição inicia pelo Cariri cearense, de 21 a 24 de setembro, quando uma comitiva de dirigentes visitará os principais locais de trabalho para conversar com a categoria, além de distribuir materiais, como a Cartilha do Jornalista 2017.
A visita ao Cariri culmina com a roda de conversa, no sábado, aberta aos estudantes de Jornalismo da Universidade Federal do Cariri (UFCA), momento em que serão avaliados o mercado de trabalho local, as precarizações e violações de direitos e o fortalecimento da organização da categoria. No ICC, ainda pela manhã, o Sindjorce disponibilizará o serviço de emissão da Carteira Nacional de Jornalista, documento de identificação profissional emitido em todo o país pela Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ).
O projeto Sindjorce Itinerante consta no Plano de Lutas dos Jornalistas Cearenses, aprovado por unanimidade no I Congresso Estadual Extraordinário dos Jornalistas do Ceará, realizado em agosto deste ano. No eixo “Combate à precarização das relações de trabalho e organização sindical”, foi deliberado que o sindicato vai realizar oficinas regionais e fortalecer o processo de visitas aos locais de trabalho dos jornalistas no interior do Estado”, lembra a presidente do Sindjorce, Samira de Castro.
Observador para Congresso Nacional
A ida ao Cariri também tem por objetivo eleger um observador da região para participar do 3º Congresso Nacional Extraordinário dos Jornalistas, que acontecerá em dezembro, na cidade de Vitória/ES. “Nossa proposta é fomentar a organização sindical da categoria na região, evoluindo para instalar uma Regional do Sindjorce no Cariri, com diretor titular e um suplente eleitos pelos associados locais, conforme nosso Estatuto”, reforça o secretário-geral do Sindjorce, Rafael Mesquita.
Para Mesquita, a participação de um observador ou observadora caririense no Congresso da FENAJ é um passo para a formação de um provável dirigente, que poderá se atualizar das lutas da categoria nesse contexto histórico tão desafiador para a classe trabalhadora.
Documentação Necessária à Sindicalização:
Para quem tem o registro profissional:
Uma cópia dos seguintes documentos:

CPF;
RG;
Carteira de Trabalho Profissional (CTPS): foto e verso e a que contém o registro profissional;
Diploma;
Cópia de comprovante de residência (não autenticado);
Duas fotos 3×4.Para quem ainda não tem registro (somente no caso dos jornalistas de imagem, cuja obtenção do registro é iniciada no sindicato):
São necessárias 2 (duas) cópias dos seguintes documentos:

CTPS (folha da foto e verso);
CTPS Original;
RG;
CPF;
2 (duas) fotos 3X4 (sendo uma para a carteira de identidade da FENAJ e outra para a ficha do associado);
Comprovante de endereço.Valores de mensalidade:
Impresso: R$ 39,91
Rádio & TV: R$ 49,22
Assessoria de Imprensa/Comunicação: R$ 69,74
CARTEIRA DE JORNALISTA
A Carteira Nacional é um direito de todo jornalista profissional devidamente registrado, sindicalizado ou não. E deve ser renovada de três em três anos, obrigatoriamente, como já citado acima.
Das taxas:
Para sindicalizado em dia R$ 85,00
Para não sindicalizado R$ 340,00
Para sindicalizados inadimplentes R$ 170,00
A carteira é expedida pela FENAJ, com previsão de entrega de até 40 dias úteis.

Da documentação:
CTPS – PÁGINA DA FOTO, PÁGINA DA QUALIFICAÇÃO CIVIL E PÁGINA ONDE CONSTA O NÚMERO DO REGISTRO PROFISSIONAL OU EMITIR O CARTÃO ONLINE NO SITE DO MTE (http://sirpweb.mte.gov.br/sirpweb/pages/consultas/situacaoRegistro.seam)
DIPLOMA FRENTE E VERSO. (NÃO É MAIS OBRIGATÓRIO, MAIS QUEM FOR DIPLOMADO E DECLARAR PRECISO DO DIPLOMA PARA COMPROVAÇÃO)
1 FOTO 3X4 COM FUNDO BRANCO EM PAPEL FOTOGRÁFICO
INFORMAR OS DADOS DOS DOCUMENTOS ABAIXO
RG COM DATA DE EMISSÃO
CPF
ENDEREÇO COM CEP
TIPO SANGUÍNEO


fonte Site sindicato dos jornalistas profissionais do Ceará

Preço do botijão de gás terá reajuste de 6,9% a partir de terça-feira  Imprimir O Grupo Executivo de Mercado e P...